O fim do caos é o fim da vida?

Há uma espécie de experimento a caminho que deve mudar muita coisa – inclusive tudo o que entendemos como sendo o caos. Lá na costa oeste americana, uma empresa – a Sentient Technologies – está trabalhando em um sistema de inteligência artificial muito mais poderoso e disruptiva do que os existentes. Em essência: trata-se de um sistema que consegue não apenas aprender, mas também criar outros sistemas.

E como ele faz isso? Analisando milhões de dados e detectando padrões a partir de históricos, algo que exige uma capacidade de processamento viável apenas pelo uso em rede de milhares de computadores em datacenters espalhados pelo mundo. Ou seja: há um computador parado em algum canto? Perfeito: sua capacidade de processamento é somada em uma espécie de nuvem ordenada que permite níveis de inteligência artificial dignos do Exterminador do Futuro.

E por que isso importa? Veja dois casos em que o sistema da Sentient deve ser testado:

  1. Prevendo o comportamento do próprio corpo humano em hospitais a partir de análises críticas de dados e padrões. O resultado: conseguir prever, com um bom tempo de antecedência, que um determinado paciente está na rota de uma parada cardíaca. Já imaginou quantas vidas poderiam ser salvas com isso?
  2. Na outra ponta, esse mesmo sistema consegue coletar informações históricas, notícias, menções em redes e conseguir prever o movimento das bolsas de valores em todo o mundo. Bolsas, por natureza, funcionam unicamente por conta do caos que permite ganhos e perdas, que viabiliza o “jogo”. Sem isso, não há surpresas; sem surpresas, não há jogo. Não há bolsa. Para-se, artificialmente, todo o motor que faz girar o sistema capitalista.

De todas as possibilidades trazidas por um sistema assim, o que mais assusta é a proximidade que o homem está de efetivamente eliminar o fator “caos” das nossas vidas. A pergunta que fica, no entanto, é outra: será possível haver vida sem este caos do qual somos todos filhos?

Vale conferir a reportagem da BBC abaixo sobre a Sentient no link abaixo ou clicando aqui:

Screen Shot 2015-09-25 at 4.57.34 PM

Um comentário sobre “O fim do caos é o fim da vida?

  1. Pingback: Mais um computador substituindo humanos: conheça o Watson | O Gene do Caos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s