O que aconteceria se a bomba de Hiroshima atingisse sua cidade?

Eventos históricos do passado tendem – infelizmente – a perder a percepção de magnitude com o tempo. Não que ninguém duvide do poder devastador da bomba atômica lançada pelos americanos no Japão ao cabo da II Guerra Mundial – mas dificilmente alguém, hoje, consegue ter uma noção mais clara dos efeitos sobre a população local.

E foi por conta disso que um sujeito chamado Alex Wellerstein criou o NukeMap, nos dando perspectiva do poder de destruição que temos. Exemplo: se uma bomba do tamanho da de Hiroshima atingisse a Praça da Sé, teríamos mais de 171 mil mortos e 387 mil feridos. Mas a mais famosa das bombas atômicas é mínima perto do poder mais moderno, com “apenas” 15Kt.

A maior das bombas nucleares já construída, de posse da Rússia, tem 100Mt. Se ela fosse detonada sobre a Praça da Sé, em São Paulo, seu raio de destruição chegaria até Campinas, engolindo cidades como Santos, Guarujá, Mogi das Cruzes e Jundiaí. 11 milhões de pessoas morreriam e outras 9 milhões ficariam feridas.

Se é certo que caos gera inovação, é também certo que inovação – como a própria bomba atômica o foi – também tem um potencial de geração de caos do qual nunca se deve duvidar.

O NukeMap é um site aberto e todos podem interagir com ele, “educando-se” sobre a criatividade destrutiva do homem à vontade. Basta clicar aqui ou na imagem abaixo:

Screen Shot 2015-08-06 at 3.03.35 PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s