Inovação na arte de matar por poder

De todas as indústrias criadas desde os primeiros passos da humanidade, a que mais teve “inovações” foi, sem a menor sombra de dúvidas, a bélica. Das primeiras facas tribais feitas de pedra aos modernos mísseis teleguiados, disputas pelo poder praticamente trouxeram a humanidade até o ponto em que ela está hoje.

E não estou fazendo nenhum juízo de valor sobre nada – é apenas um fato. E é também um fato que comprova a teoria de que inovação, por natureza, nasce das situações mais caóticas, mais desequilibradas, tensas, disruptivas.

Tem alguma dúvida? Então confira este vídeo abaixo, que mostra as mudanças das fronteiras no velho continente do ano de 1140 a 2012. Ao assistir, perceba que cada mudança de cor, cada ajuste nas fronteiras, representou um sem número de mortes, de desespero, de sacrifício, de fome, de imigrações mundo afora. E, claro, de invenções e inovações “perfeitas” para garantir aos vencedores as suas conquistas e a preservação das suas culturas de vida.

 

Um comentário sobre “Inovação na arte de matar por poder

  1. Pingback: Mapa interativo de ideologias e religiões “prova” que somos filhos do caos | O Gene do Caos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s